JÚPITER_LOGO

Prevenção de recidiva de úlcera venosa

O que é:

A recidiva é o reaparecimento de uma doença ou sintoma após o período de cura, convalescença ou um intervalo assintomático, que geralmente acontece por conta de uma nova exposição ao agente causal da enfermidade.

Quais fatores contribuem com a recidiva?

De acordo com um estudo conduzido em um ambulatório de dermatologia de um hospital universitário de grande porte de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, é possível identificar alguns dos fatores que contribuem com a recidiva. A coleta de dados ocorreu de agosto a dezembro de 2013, quando foram entrevistados todos os pacientes que receberam alta até 2003, após a cura da úlcera venosa.

Confira os resultados:

  1. Estudo randomizado, realizado com amostra composta por 153 pacientes com cura da úlcera varicosa após 2 semanas, distribuídos em dois grupos, apresentou associação da redução da recidiva da úlcera com o uso da meia de compressão. O primeiro grupo contou com pacientes que usaram meia de compressão (34 a 46mmHg), e o segundo com pacientes que não usaram terapia de compressão. Na avaliação, após 6 meses de acompanhamento, constatou-se que a utilização da meia foi determinante para a prevenção de recidivas.
  2. Embora não tenha sido encontrada associação do grau de instrução com recidiva ou surgimento de nova úlcera, os pacientes com menor grau de instrução (analfabeto e analfabeto funcional) predominaram quanto à recidiva e ao desenvolvimento de nova lesão, enquanto os de nível médio e superior não apresentaram tais ocorrências. Esse resultado pode estar relacionado à melhor compreensão das orientações e maior adesão quanto aos cuidados para a prevenção, por exemplo, o uso habitual da meia de compressão e do creme hidratante.
  3. Taxas mais baixas de recidiva foram observadas em pessoas que usavam meias com o mais alto grau de compressão. Foi observado também que os pacientes que usaram a compressão moderada apresentaram melhor adesão, havendo abandono do uso da terapia por 42% dos pacientes que usaram a meia de compressão classe 3 e 28% na classe 2. Enfatiza-se a utilização contínua da terapia com a maior compressão que o paciente seja capaz de suportar, para garantir a redução da hipertensão venosa dos membros inferiores, possibilitando a maior adesão do paciente e a redução do risco de recidiva de úlcera varicosa.
  4. O conhecimento da patogenia das úlceras varicosas tem permitido o desenvolvimento de novas modalidades de tratamento. Ainda se mantém, porém, o desafio de impedir sua recidiva. Alguns autores afirmam que a maioria das recidivas ocorre dentro dos primeiros 3 meses após a cicatrização da lesão. No presente estudo, 80,6% dos pacientes apresentaram recidiva no mesmo período. Cinco pacientes apresentaram recidiva no período de 30 dias, possivelmente pela não adoção de cuidados preventivos para evitar a ocorrência do edema e, consequentemente, a recidiva.

Assim, para evitar a recidiva, o autocuidado e a aplicação do tratamento e indicações feitas pela equipe multidisciplinar em conjunto com a terapia compressiva são essenciais.

Produtos que podem ajudar:

  • Molnlycke Exufiber Ag+
  • MEPILEX AG
  • MEPILEX BORDER FLEX
  • MEPILEX LITE
  • CURATIVO MEPILEX TRANSFER
  • MEPILEX TRANSFER AG
  • MEPILEX

Distribuído porBetterDocs